domingo, 6 de outubro de 2013

O BARCO




O Barco se foi, perdido no mar
levando a vida, levando sonhos
levando amores, desejos...

Debalde, olhei a distância
No mar de segredos
No infinito de águas
de guerras e canções.

No fim do mar
fim dos meus olhos
o barco se perdeu
com a sua vela branca
branca de paz.

Não vejo mais o barco
mas vejo o mar.
O mar nunca se vai
sempre volta, eterno.

Texto de Pedro Paulo de Oliveira.
Todos os direitos reservados
Reprodução permitida, desde que citada a autoria

Imagem: Busca no Google.
Postar um comentário