segunda-feira, 13 de maio de 2013

OLHOS DE PÉROLA


Seus olhos têm o brilho da pérola e a força da sedução.
Dentro dos seus olhos vejo a magia e um desejo ainda reprimido,
Oh, musa inspiradora que faz brotar minha paixão,
Meu corpo espera por ti, sob a água, desejo incontido.

Seus olhos, mesmo distantes, têm o poder do encantamento,
Penetram a carne trêmula que há muito espera o desenlace
Trazida pelo rocio ao âmago da alcova
Que testemunhará o deleite perene da junção dos corpos.

É seus olhos, mulher, que agora me pertencem, eu busco...
A luz que nasce deles sai da sua alma
Eles têm a vida que procuro incessante, constante, eternamente.


Pedro Paullo – Outubro de 2012
Direitos Autorais



Postar um comentário