quinta-feira, 9 de maio de 2013

AS TRÊS DIMENSÕES E A VIDA.



Dentro do meu eu, o mundo,
histórias de homens e mulheres...
Dentro do meu ser, a vida,
O infinito do mundo, a eternidade.

Existo no momento da concepção do todo,
um grão de poeira, flutuando pelo cosmo.
É isso... Sou poeira pairando no ar,
Levada pelo vento.

Não existe morte, não existe fim,
Eu me transformo no tempo e no espaço,
sou parte da força e da massa do ente eterno,
Do tempo-espaço e de tudo que é relativo.

Sei que habito o universo,
E jamais o deixarei, transmutando-me,
passando, intermitente, por cada dimensão,
Evento em busca da luz.

Sou efeito e causa de um desejo
Passando pelo cone de luz,
As vezes suave, por vezes um lampejo,
Muitas vezes como um raio, explodindo em fagulhas.

Meus olhos, em contínuo desejo,
Buscam a simetria no lugar, na distância
Na dimensão temporal, na dimensão espacial.

Sou parte das três dimensões
Sou a vida plena e perfeita,
Gravitando suave e harmônica,
Sou o infinito, sou o eterno.

Pedro Paulo de Oliveira - 09 de maio de 2013

Imagem: busca no Google.
Postar um comentário