terça-feira, 15 de outubro de 2013

ESSÊNCIA DE DEUS.




Não queiram minhalma
minhalma pertence ao Todo
na busca do infinito
levada pelo vento.

Minhalma nasceu antes da matéria
antes da luz,
primeiro que o tempo
parte do Todo que é Deus.

Vai o barco no rio de águas turvas
levando meu espírito pra longe
em busca do mar, do infinito,
passando por portos,
civilizações, cruzando tempestades.

Meu corpo é o barco
levado pelo vento
mirando o farol
dobrando suas velas,
singrando, seguindo em frente.

A viagem tem um tempo,
o barqueiro me conduz,
ele sabe desse tempo,
os portos se sucedem
sem paradas,
entre acenos e esquecimentos.

Já não me lembro mais de todos os lugares,
de tantos acenos e de todos os sorrisos
em tantos portos e civilizações.
Mas, alguns ficaram e os levarei comigo,
preencheram minhalma com aromas e brilhos,
pediram carona e seguiram comigo por um tempo.
Mas, foi só por um tempo,
pois que a nada pertenço,
espírito concebido, imortal, imutável,
viajando na busca do Todo,
na busca eterna de Deus.



Texto de Pedro Paulo de Oliveira.
Direitos autoriais reservados ao autor
Reprodução permitida, desde que citada a autoria.

Imagem: Busca no Google.
Postar um comentário