quarta-feira, 27 de novembro de 2013

PENÚLTIMA PALAVRA





O Espaço?
– A vida
Ida
Sem traço.

O amor?
– Seu preço:
Desprezo
E dor.

O sonho?
– Infindo,
É lindo
(Suponho).

Que vou
Fazer
Do ser
Que sou?

Isto,
Aquilo,
Aqui,
Ali.

LAFORGUE, Jules( 1860 - 1887), In: ABC da literatura/ Ezra Pound. Org. e apresentação da ed. brasileira por Augusto de Campos; tradução de Augusto de Campos e José Paulo Paes. São Paulo, CUTRIX, 2006. p. 218.

Leia mais poemas de Jules Laforgue aqui: http://www.erratica.com.br/opus/100/


Texto publicado por Carmem Silvia Presotto na página do Facebook Vidráguas
Postar um comentário