quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

O DIAMANTE DE DEUS.








Não há que se imaginar uma vida sem a certeza da existência de um ser único e criador e do qual somos parte eterna e sempre em transformação. 


Embora a vida, em muitos momentos, possa nos parecer injusta, toda dor acontece para nos lapidar, assim como as pedras preciosas só se tornam belas e eternas depois de passarem pela forja e pelo martelo. 



Texto: Pedro Paulo de Oliveira.

Imagem: mileniustar
Postar um comentário