segunda-feira, 28 de abril de 2014

DOIS CORPOS


Eu vi seus olhos 
em noite de lua
a imagem porvir...

Seus olhos
transcendendo a luz.

O som dos passos
e do meu coração
os mesmos sons
cadenciados
de emoção.

O vento vindo
cheiro presente
corpo ardente
imagem se despindo..

A lua olhando
sem pudor
dois se entregando
ao puro amor.

Não é mais gente
é animal ardente
somente a gemer
gritando de prazer...

A luz iluminando
dois se etregando
um beijo imundo
um gozo profundo.

Texto de Pedro Paulo de Oliveira.

Imagem: substantivoplural
Postar um comentário