terça-feira, 25 de setembro de 2007

DEVANEIOS...

SONHO ETERNO

Um lugar onde tudo é possível, um lugar para ser feliz, um lugar só para nós dois;
Bem longe, nas montanhas, construirei uma casa e sairei todos os dias sabendo que você estará me esperando;
Quando eu chegar, ganharei um abraço e um longo beijo.
Você cuidará das flores do jardim e escreverá lindos poemas de amor (você gosta de escrever)
Poderá ler Garcia Lorca, Carlos Drumonnd, Chico Buarque, Manoel Bandeira e tantos outros poetas que fizeram do amor suas vidas.
Escreverei para você tudo de mais belo que brotar de minha alma e a nossa obra percorrerá todo o mundo, fascinando os amantes, eternizando o nosso amor.
E nas tardes quentes de verão acariciarei sua pele embebida pela água que nasce da montanha.
Nas noites, velarei seu sono para que jamais tenhas medo e colarei seu corpo junto ao meu para que sinta que a minha vida é sua.

Minha alma
Minha alma tem o peso da luz, tem o peso da música.
Tem o peso da palavra nunca dita prestes, quem sabe, a ser dita;
Tem o peso de uma lembrança, tem o peso de uma saudade,
Tem o peso de um olhar.

Minha alma pesa como pesa uma ausência,
É a lágrima que não se chorou.
Minha alma tem o imaterial peso da solidão no meio de outros,
Pois, distante, em cada pensamento que se vai com o vento,
Sua presença, seu sorriso, suas brincadeiras, tudo em você é presente em meu ser,
“Como se tudo fosse uma primeira vez...”
Postar um comentário