domingo, 5 de junho de 2016

O TEMPO DE CADA UM


O que é o tempo,
se não o instante
presente, premente?

O que é o tempo,
se não a vida que pulsa
ardente, envolvente?

O que é o tempo,
se não o nosso olhar
para a existência de cada um?

O que é o tempo,
se não o amor e a paixão
aqui e agora?

O que é o tempo,
sem o compadecimento
e a ternura de cada encontro?

O tempo de cada um
é o tempo do amor.


Pedro Paulo de Oliveira.
05/06/2016
Postar um comentário